Saia da rotina e faça projetos incríveis

O LAB74 nasceu no dia do trabalho e em 2017 completa cinco anos de existência. Hoje conhecido como uma escola de design, artes e fazeres, ele foi criado como um espaço de coworking para trabalhos experimentais de amigos em diversos segmentos da marcenaria, arquitetura, cenografia, música, fotografia, culinária, entre outros.

Após um ano de funcionamento passou a oferecer cursos, inicialmente na área de marcenaria para projeto autoral e logo na sequência reproduções de clássicos do design. Agora, entre professores horistas (formados na escola) e funcionários fixos, eles já somam 24 profissionais.

O arquiteto e urbanista Bruno Lima é sócio-fundador e professor no LAB74 e conta que iniciaram com um propósito muito claro: criar programas que não existem em nenhuma outra escola de design e marcenaria. Entre as propostas está a autoconstrução. Passar técnicas e conhecimentos para que qualquer pessoa possa continuar trabalhando depois sem a necessidade de um espaço específico.

“De modo geral existem alguns padrões nos cursos de marcenaria do Brasil. Desde os profissionalizantes como os do SENAI, artesanais de técnicas clássicas, com máquinas estacionárias, até alguns de design ou história do mobiliário onde você não mete a mão na massa. Então, nossa ideia era fazer algo completamente novo, que envolvesse marcenaria moderna, DIY, projeto contemporâneo e Smart Design”, explica Bruno.

Cerca de 200 pessoas por mês, entre os alunos na unidade e em cursos rede SESC SP, IED (Instituto Europeu de Design), Governo do Estado, e outros, passam por ali. “Nosso público inicial eram arquitetos e designers. Na sequência vieram entusiastas do DIY, pessoas interessadas em baixar custos de reforma e hoje muitos marceneiros vem afim de uma especialização”, conta o fundador.

Todos os meses novas turmas se iniciam nos cursos pagos. Outra possibilidade é participar das aulas com parcerias. O tempo de duração varia de cursos rápidos (4h, 6h, 8h, 12h, 14h e 16h) ministrados em finais de semana ou em três dias noturnos; cursos regulares de 60h e 72h em versões regulares de três meses; semi-intensivos de dois meses e superintensivos de nove dias corridos. Há também palestras e workshops tanto no LAB como ações em outras instituições, escolas, faculdades e outros estados.

“Nossos cursos envolvem teoria e prática. No caso dos regulares de projeto autoral, o aluno desenvolve todas as etapas da conceituação do objeto, especificação, detalhamento, plano de corte e só depois de finalizado é que vamos para a marcenaria fazer todas as etapas de montagem”, explica Bruno.

A escola tem também muitas parcerias com outras instituições, ONGs, centros acadêmicos e afins. Nesse momento, por exemplo, estão montando projetos para refugiados em São Paulo. “Hoje contamos com parcerias de marcas como Wild Turkey (bebidas), OPPA (loja de móveis), AMATA (madeireira), ADECOL (colas), Sayerlack (indústria química) e estamos em processo de acertos com uma empresa de máquinas, uma de placas de MDF e outra uma grande rede de lojas de produtos de marcenaria, além da FGVTN, é claro”, finaliza o fundador.

A parceria entre a FGVTN e o LAB74 começou nesse ano. A FGVTN apoia a iniciativa, para que os alunos explorem todo o seu potencial de autoconstrução e empoderamento para transformar ideias em produtos incríveis, e para isso, oferece suas ferragens.

Serviço:
Rua Souza Lima, 318 – Barra Funda,
São Paulo – SP
contato@lab74.com.br
(11) 2628-8678

Deixe uma resposta